MORRER TODO MUNDO MORRE, MAS NO CARNAVAL…?

Caros amigos da Serra,

Tem até música que fala de morte durante o carnaval, embora seja outra a conotação, mas serve bem para abrir os olhos para a folia que se inicia, principalmente dos jovens:

“Quero morrer no Carnaval / Na Avenida Central / Sambando / O povo na rua cantando / O derradeiro samba / Que eu fizer chorando / Quero morrer fantasiado …” (Linda Batista)

foto-danca-da-morte-10-2-2010Os jovens pensam que são super-heróis e se dão às aventuras cada vez mais perigosas, pois o mundo atual é controlado pelas drogas lícitas e ilícitas. Assim todo o cuidado é pouco. Mas o que dizer das milhares de famílias de pessoas maduras, compostas de crianças e adolescentes, que se arriscam nas estradas durante a folia (insisto em dizer que folia significa loucura) de Momo, sabendo de todos os terríveis perigos que poderá encontrar pela frente?

Realmente não consigo compreender como é possível que o Brasil, um país com tantas malezas para resolver, PARE durante uma semana para uma farra sem futuro, em grande parte patrocinada pelo Estado, que DEVERIA estar preocupado em cumprir as suas obrigações mais elementares. E o povão gosta e vai na onda e se embriaga nessa onda de falsa alegria. Afinal, festejar o quê? as filas nos hospitais? a corrupção instalada em todas as esferas de governo? a inflação em alta? as milhares de mortes nas ruas e estradas?

Olha, é muita burrice de pessoas que se dizem educadas, esclarecidas, sábias, maduras e bem sucedidas. Não tem desculpa alguém que sai de casa para ir farrar durante uma semana, colocando a sua vida e a de sua família em risco, em troco de nada.

Eu gosto de festa, sempre adorei festa. Era um festeiro. Mas tem uma coisa: festa faz quem pode. E insisto em dizer que o Brasil não tem condições de bancar uma festa dessas proporções todos os anos. Ó povo sem noção!

O carnaval precisa ser revisto. Que tal somente um fim de semana de folia? Que tal todo mundo montar o seu carnaval como uma festa de padroeiro e brincar localmente, sem tantos deslocamentos perigosos em busca de descolamentos passageiros? Pense nisso! A vida é o bem mais precioso e passageiro que existe e Deus cobra de nós um mínimo de responsabilidade e sabedoria nessa passagem na Terra.

Lembre-se de todos os perigos que já passou nos carnavais anteriores, das bebedeiras, dos gastos desnecessários que fez, das pessoas drogadas que viu, da libertinagem consentida que se coloca de frente, das brigas que já presenciou, dos roubos que sofreu, dos acidentes com mortes nas estradas, das terríveis estatísticas ouvidas depois, das multas e subornos que passou… e me diga sinceramente: Vale à pena viajar no Carnaval?

Todo mundo morre, mas no Carnaval não deveria morrer ninguém, pois é uma festa. No carnaval deveríamos ir na certeza de voltar bem, de voltar melhor do que saímos de casa. Esse deveria ser o espírito. Mas não é. Jovens, mulheres e homens vão para buscar aventuras cada vez mais perigosas e espúrias. Nunca esqueço a imagem de uma mulher beijando 4 homens ao mesmo tempo, girando entre eles com a língua de fora e sofrendo amassos de todos os lados e em todas as suas partes – isso no meio da rua em Salvador, transmitido ao vivo para todo o Brasil. E dava para ver que era uma mulher bonita, bem cuidada, como se diz, de família.

Infelizmente, preciso repetir as mesmas pragas do ano passado: centenas de pessoas sairão para o Carnaval e não voltarão para casa. Aos seus teimosos familiares ficará a dolorosa missão de sepultá-los e chorar a situação. E aprender a lição a duras penas na própria pele.

E assim caminha a humanidade no Brasil… até quando?

Geraldo Guilherme, blogueiro, fotógrafo, para A Voz da Serra

Sobre g. g. carsan

comunicador, escritor, fotógrafo e webdesign
Esse post foi publicado em Coisa Ruim, Em Cartaz, Pensando Bem e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para MORRER TODO MUNDO MORRE, MAS NO CARNAVAL…?

  1. g.g.carsan disse:

    NUMEROS DO CEARÁ:

    O Carnaval de 2014 ficou marcado como o mais violento dos últimos 10 anos no Ceará. Pelo menos 77 pessoas foram assassinadas entre a sexta-feira e o início da noite de ontem, conforme balanço parcial, feito com base em informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), através da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e do Comando de Policiamento do Interior (CPI). O número é 40% maior que o registrado em 2013, quando houve 55 homicídios.

    Segundo levantamento do Banco de Dados do O POVO, as estatísticas quase triplicaram numa comparação direta com o ano de 2005. Os casos de assassinato tiveram um aumento de 175%. De lá para cá, esse número oscilou, mas sofreu altas consecutivas nos últimos três anos.

    Interior e Capital

    No Carnaval deste ano, o Interior registrou a maioria dos casos de morte violenta. Foram 34 ocorrências. Na Capital, foram 30. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), houve outros 13 casos. Em Fortaleza, os bairros com o maior número de homicídios foram: Henrique Jorge (dois casos); Barroso (dois casos); Fátima, Parque Dois Irmãos e Jangurussu, cada um deles com duas ocorrências.

  2. g.g.carsan disse:

    SÃO PAULO – O Carnaval deixou nas estradas paulistas um rastro de 37 mortes em 965 acidentes. É um aumento de 37% em relação ao número de óbitos no mesmo período no ano passado, quando foram registrados 27 mortes. A Operação Carnaval 2014, da Polícia Militar Rodoviária, começou na sexta-feira, dia 28, e se encerra nesta quarta-feira. De acordo com o balanço divulgado pela PM, houve ainda um crescimento de 11,7% no número de acidentes. No Carnaval passado, foram 864 ocorrências nos 22 mil quilômetros de rodovias sob administração do Estado. Também houve um aumento de 23,6% no número de vítimas tanto leves quanto graves, saltando de 445 em 2013 para 550 neste ano.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s