Sou blogueiro, Sou guerreiro…

Caros amigos da Serra,

imagem: shinsei cosmeticos

Pegando o embalo do Encontro de Blogueiros na Serra de Dona Inês, no qual não pude comparecer devido obrigações profissionais, gostaria de tecer alguns comentários sobre esse hobby tão famoso em nossos dias, e começar dizendo que me considero um blogueiro desde que criei o blog A Voz da Serra, quando passei a levar a sério esta ferramenta muito importante para explanar as minhas idéias, os meus conhecimentos, as minhas opiniões, as minhas dúvidas, os meus questionamentos.

Foi no dia 19 de novembro de 2010, há pouco mais de um ano, que A Voz da Serra iniciou o seu caminho e vem sendo uma constante para alguns seguidores, que sabemos pelo número do contador de acessos, a maioria anônimos, que não se pronunciam, mas que sabemos estão ali, visitando, acessando, ávidos por notícias. Quer relembrar como foi a nossa estréia? clique nesse link https://vozdaserra.wordpress.com/2010/11/19/24/ e fique por dentro, veja que nossa idéia foi sempre exaltar a nossa querida Serra.

Em junho de 2008 foi criado o blog Dona Inês em Foco, pelo mago Junior Campos, dando início a essa saga de blogs que proliferaram na cidade. Hoje são muitos blogs criados, alguns abandonados, como o citado acima, outros em pleno vigor, e cada um com as suas particularidades, políticas, culturais, estudantis, noticiosas, havendo alguns autorais, onde o blogueiro fala de si próprio.

Mas, e sempre tem um mas, parece que nada é perfeito, percebo que é um trabalho meio perdido, por não causar muito interesse na parcela da população que tem acesso a internet. Ainda bem que não é perdido de todo, pois tem alguns internautas que visitam e acompanham o blog. Mas como disse antes, são poucos.

Numa cidade que tem uma juventude punjante, com professores de alto nível percebendo ótimos salários, com alunos e escolas alcançando níveis invejáveis no IDEB, e um investimento bem delineado em educação, muito sinceramente que esperava mais participação construtiva, mais debates da nossa realidade e mais interatividade e curiosidade da nossa população antenada na web. É isso que me faz imaginar e ter a coragem de comentar que o trabalho é meio perdido. E digo isso com um sabor amargo na garganta.

Há poucos dias, durante evento cultural na Serra, eu dizia durante a palestra que infelizmente o brasileiro não dá valor ao que é bom e tem proveito, preferindo as coisas fúteis: preferia ficar na praça jogando conversa fora do que estar na biblioteca lendo um bom livro e se instruindo.

Então, movimentos de blogueiros devem ter em mente que é preciso mobilizar a galerinha ligada no orkut, no facebook, no twitter, nas outras mídias. De que vale ter um blog com nenhum acesso por semana? Às vezes é um bom blog, as notícias são interessantes, valiosas, mas a maioria prefere o facebook e o orkut, para enviar imagens e vídeos prontos.

Por que isso? porque é mais fácil, não precisa pensar muito, não precisa usar os neurônios, não se perde muito tempo.

Sou obrigado a dizer que estão todos meio errados. Não de todo, pois resta o divertimento e o domínio de certas mordomias, mas é um domínio falso, pois não se aprende muito e uma vez retirado do ar, fica-se a ver navios. Mas ninguém pense que se arranja nada que preste com facilidade. Tudo que é bom nessa vida é conseguido com muita luta, com muito suor, com coragem e muita determinação. Tem que se plantar, regar, para depois colher.

Confesso que já pensei em parar o blog, e realmente está meio paradão, mas é por estrita falta de tempo, pois estou envolvido num mega evento aqui na Capital do Estado, o 15º. Salão de Artesanato da Paraíba, do Governo do Estado, trabalhando de domingo a domingo, até 22 de janeiro de 2012. E pensei em parar por quê? Qual o porquê?

Porque muita gente diz que o blog é ótimo, que sempre lê as matérias, mas poucos interagem, poucos deixam uma opinião, um comentário. E olha que é grátis, não se paga nada.

Aí fico desistimulado, demoro a escrever, o internauta vai lá e não tem atualização, aí passa a não frequentar, aí eu fico mais desistimulado e vou parando. Mas é assim mesmo, é dureza. Não tem vida fácil, amigo.

E mais difícil é para o blog temático, com uma linha editorial definida, como é a Voz da Serra, que não é noticioso senão com assuntos da Serra. A Voz da Serra tem uma linha bem definida, com textos próprios, verdadeiros editoriais, sempre com a temática local. E mesmo assim não arranca muitos suspiros. Então é porque o pessoal acha tudo uma bobagem? é porque o pessoal tem medo e vergonha de escrever errado? é porque tem medo de se expressar?

Gostaria de chamar a atenção para o fato de que não somos jornalistas, e sim curiosos, que gostamos de escrever, de nos expressar, de se fazer ouvir. Às vezes queremos aparecer mais, ou mesmo viabilizar uma candidatura, ou chamar atenção da mulher amada. São muitos motivos e objetivos. Somos perdoáveis por alguns erros, mas não por todos, e temos uma grande responsabilidade pelo que publicamos, pois chegamos diretamente nas salas e quartos das famílias, de jovens em formação para a vida e não podemos prevaricar.

Dito isso tudo, só me resta dizer que vamos levando o nosso blog adiante, sempre tentando levar uma mensagem de força, de fé, de esperança, de aprendizado, de responsabilidade, lógico que tentando justificar as nossas verdades e nossos passos, de acordo com aquilo que acreditamos.

Um grande abraço a todos e vamos valorizar mais o que é nosso, principalmente a nossa cultura e a nossa Serra.

Geraldo Guilherme, blogueiro.

Anúncios

Sobre g. g. carsan

comunicador, escritor, fotógrafo e webdesign
Esse post foi publicado em Aconteceu, Blogues, Cultura na Veia, Pensando Bem e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Sou blogueiro, Sou guerreiro…

  1. mano disse:

    olá compamheiro, converso que não tenho interagido, tambem estou envolvido em um projeto e tem me tomado muito tempo mas sempre leio as suas reportagens até porque a voz da serra é um dos poucos blogs que é escrito e não cpiado ou seja é original continue assim não dessista.
    abraço mano

  2. Demetrio disse:

    Meu caro GG, sou um assíduo leitor da Voz da Serra, e parabenizo seu trabalho, realmente concordo com voce, gostaria muito de produzir todas as matérias do meu blog, no entanto, isso demanda tempo e como é apenas um hobby acabamos deixando de lado infelizmente. Então, peço-lhe não pare, continue pois incentivarás os demais.
    Forte abraço,

    Demetrio Ferreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s