ELOGIAR É SEMPRE PRECISO… 2014…

Caros amigos da Serra,

… e adjacências globais…

Acho lindo quando chega o fim do ano para fazer aquelas felicitações de boas festas e realizar uma análise-balanço do que passamos durante os últimos 365 dias. Cascalho! nunca um ano foi tão recheado de notícias… quem precisa de tufão, de terremoto, de tsunami, de nevasca, de guerra?

A nível interno, até que consegui velejar bem nesse ano de tantas contradições históricas e notórias. A minha saúde está em dia, quase ganhei na mega-sena, a família aumentou, fiz algumas dezenas de novos contatos, ganhei vários presentes. Tá, e os outros?

Mas quero mesmo elogiar o Brasil, que conseguiu realizar as maiores proezas de todos os tempos. Iniciamos o ano com grandes notícias do Mensalão e terminamos com as mega denúncias da Petrobrás lavada a jato por mercenários fela-**#$ do colarinho branco…

enganoE no meio desse caminho tivemos as ultra espetaculares manifestações Não Vai Ter Copa, que nos deu um ar heróico à francesa, mas que não passou disso. Tivemos a Copa e esqueceram-se as manifestações… mas que Copa, aquela em que o Brasil ia se reafirmar e recuperar da derrota em 1950 e fincar pés, a Copa das Copas, a primeira da Era Moderna, a maior, a mais vista, e fizemos um sucesso danado, pois conseguimos Maravilhosos Estádios construídos a preço-de-banana, formamos um time Globetrother imbatível e heróico, capaz de tomar 7×1 sem Continuar lendo

Publicado em Em Cartaz | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Nos Seus 55 Anos de Independência Política…

Caros amigos da Serra,

Pintando na área mais uma comemoração da Emancipação Política de nossa querida Dona Inês, faz sentido pensar um pouco e analisar o passado e o presente (vamos deixar o futuro para o futuro), de forma que seja sentida a diferença e o seu significado em nossas vidas.

rua-jose-carolino

Para começar, imaginemos como era Dona Inês naqueles dias antes da emancipação. Já foi dito “Por volta de 1959, a Sede do Distrito de Serra de Dona Inês era composta por 277 (duzentas e setenta e sete) residências e possuía uma população de 689 (seiscentos e oitenta e nove) habitantes. Era um vilarejo muito pobre, cheio de buracos e com proliferação de casas de palha e gravatá. Seu povo era pacato e trabalhador”.  A vila era pequena, pobre, feia, carente. De sorte, o povo era aguerrido, sonhador e trabalhava para sair daquela situação.

Com a Emancipação em 1959, demorou um pouco até haver a arrancada. Somente em outubro de 1960 que Mozart Bezerra assumiu e até tomar pé, arrumar dinheiro, demorou mais um tempo. Então, somente em fins de 1961 que chegaram as novidades: abertura das ruas Major Augusto, Manoel Pedro, João Pessoa, José Paulino, Ana da Conceição Melo, José Carolino e Pedro Teixeira, e construções de edifícios públicos Prefeitura, Mercado, Grupo Escolar e por fim energia elétrica na Continuar lendo

Publicado em A Princesa do Curimataú, Em Cartaz, Municipalidade | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 comentário

A Segurança Pública Está Desmoralizada

Caros amigos da Serra,

Com a notícia e repercussão do ataque de bandidos a agência do Bradesco de Dona Inês, esta semana, qualquer pessoa normal começa a repassar as notícias, fatos, fofocas, e tudo mais, até chegar a conclusão que Segurança Pública, um dever do Estado, é uma mentira, uma conversa fiada, e que o Estado da Paraíba está desmoralizado e sem noção.

bb-donainesO número de assaltos a bancos, só na Paraíba, é para nenhum Diabo botar defeito. Em 2011 foram 72 ocorrências, em 2012 sofremos 67 ocorrências, em 2013 tivemos muito mais: 44 explosões, 33 arrombamentos, 17 assaltos, 16 tentativas de assalto, 9 casos de saidinha de banco. Sem esquecer os assaltos às agências dos correios, que são quase na mesma quantidade. Depois temos os homicídios, que foram 1.528 em 2012 e 1.537 em 2013. Aí se pergunta? cadê a segurança? É essa que está aí e não consegue parar a bandidagem? quer dizer que se não houvesse polícia, só haveria bandido? Que mundo é esse?

Lembro-me muito bem que em 2010, na campanha do Gov. Ricardo Coutinho, ele afirmava, mediante as altas taxas de insegurança pública que resolveria o grave problema em 6 (SEIS) meses. Ganhou as eleições e a sua tentativa foi trazer o Sec. de Segurança de Pernambuco para cá, pois era um homem capaz e conhecedor dos problemas do nosso Estado. Que nada! a promessa não se cumpriu. Já se passaram 3,5 anos de mandato e os índices continuam altos do mesmo modo e até dá vontade de rir quando vemos ser amplamente divulgado e comemorado quando se atinge uma taxa de redução de 5%. Ridículo. Mesmo que reduzisse em 50% ainda seria pouco, pois continuaríamos em Guerra Civil. Tem que parar com a criminalidade. Tem que impor a Lei Seca. Tem que criar regras que embora tolham a liberdade, valorize e garanta a vida de inocentes, de trabalhadores. O pior é que muita agente acreditou. Talvez tenha sido no afã da esperança. Não deu certo! E o que vemos? a TV mostrando SANGUE a cada horário. Enfim, o Brasil se tornou uma piada, liberdade demais e compromisso de menos.

Já ousei dizer, disse, e repito! O Brasil não tem a mínima vontade de resolver o problema de violência, a falta de segurança. Gasta mal os investimentos. Investe errado e não prioriza o direito a vida com segurança. Nossas leis estão caducas, os nossos representantes estão se lixando pros problemas e não são preparados nem ao mínimo para resolvê-los. De vez em quando compram-se viaturas e enchem-se as vias de lindos carros abarrotados de policiais recheados de equipamentos a circularem. Isso não resolve. Eles dentro daqueles carros, a maioria gordos, pesados, ganhando pouco, com má vontade, muitos envolvidos com criminosos, não estão nem aí. Aliás, chegam avisando com aquelas luzes piscantes que estão na área e os bandidos se escondam e só reapareçam quando passarem.

bbdestruido02Ainda falando de investimentos, os Governos precisam entender que há tempo para tudo e há de se priorizar o que é mais importante. A falta de segurança afeta diretamente a VIDA. Há algo mais importante do que a vida? Será que a educação é mais importante do que a vida? Gastar com doentes é mais importante do que com a prevenção de mortes? Gastar com a Copa é mais importante do que com vidas? E cadê o TRILHÃO de impostos já arrecadados até este momento em 2014? Se o momento exige gastos com a Segurança, que seja feito. Não se pode deixar o povo morrendo à míngua. Os governos precisam de uma vez por todas cumprir o seu papel de oferecer segurança aos cidadãos.

O Brasil gasta montanhas de dinheiro com Segurança para oferecer insegurança para o seu povo. Isto significa o que mesmo? que quem está no comando é despreparado, que não tem comando, que não dá bola para o problema, isso e tudo mais… pense bem! Reaja!

Vamos agora nos ater a um ataque a banco, com explosão em plena madrugada numa cidade pacata do interior, chamada Dona Inês, mas que poderia ser em qualquer uma do Brasil, haja vista que estas ocorrências estão em toda parte. Desde 2000 que estes fatos se repetem e a polícia não consegue aniquilá-los, ao contrário, deixou que se espalhassem e novos criminosos, novas quadrilhas se formassem, até se tornar viral, febre. Aí vemos que o modo de operação é o mesmo, ou seja, ataques na madrugada, por um grupo de homens fortemente armados, que explodem as agências, e tudo bem, fazer o quê? E depois esses bandidos somem e somente de tempos em tempos uma quadrilha é presa. Ou seja, presenciamos uma total inoperância das forças de segurança, com eficiência próxima de zero.

Ocorre um discurso bastante imbecil por parte das autoridades que diz que as agências bancárias são de responsabilidade dos Bancos e que eles que tem obrigação de protegê-las. Imbecil porque a quadrilha de bandidos quando ataca o banco, está atacando o povo que utiliza os serviços daquela agência deixando-lhes sem opção de serviços durante meses; imbecil porque a quadrilha desfecha o ataque contra uma cidade de forma covarde na calada da noite, na madrugada, explodindo um estabelecimento que é vizinho de casas onde moram pessoas, assustando crianças, mulheres, idosos; imbecil e idiota porque um fato dessa natureza coloca na cabeça das pessoas a sensação de insegurança extrema (medo, insônia, stress, depressão) e leva as pessoas a se rearmarem novamente depois do esforço de tirar as armas da população, que acho também imbecil, e ainda mais pela confirmação da impunidade que reina para quem pratica crimes assim, levando os jovens a entrarem para estas quadrilhas, pois ali tem armas, poder e dinheiro. E de quem é o dever de proteger a sociedade? dos governos estabelecidos para tal. O povo vota e dá o poder para que o governo faça o que lhes é correto, valoroso, indispensável. Cadê???

O Estado precisa formar uma força de inteligência, precisa proteger melhor as agências com mecanismos que permitam identificar os bandidos, com formas de barreiras que possam ser postas em ação tão logo ocorra um assalto, com leis muito mais severas (prisão perpétua) para bandidos presos, com resultados. A cada assalto deveria corresponder uma caçada implacável aos bandidos realizada por toda a corporação, até pegar todos, depois apresentá-los em Praça Pública a la Tiradentes. O bandido precisa saber o risco real que corre ao entrar pra uma quadrilha.

Do jeito que está, goiabada com queijo, é um convite aos jovens que não querem mais estudar porque encontraram um formato muito mais leve, rápido e vantajoso de se dar bem na vida.

Estamos em época de eleições e faz-se necessário que cada eleitor cobre dos seus candidatos uma posição firme na nova conduta contra a criminalidade, tanto do governo quando dos deputados, para que se possa sentar na calçada novamente no fim da tarde, para que se possa ir até a padaria comprar o pão sem o pavor de ser assaltado, para que se possa parar o carro na rua sem a certeza de que vão levá-lo, para que se possa pensar em ganhar a vida trabalhando e não roubando. Tudo isso é necessário. Também é necessário que as pessoas cumpram as leis, que tenham as leis dos homens e as leis de Deus, os 10 mandamentos como os seus princípios, senão de pouco adianta cobrar dos outros. Cada um tem que dar o exemplo. E quando errar, que pague o pato, não vá comprar a Lei.

Geraldo Guilherme, blogueiro, fotógrafo, design, para a Voz da Serra.

Publicado em Segurança | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Rômulo e Eva Gouveia Fizeram Diferente

Caros amigos da Serra,

Em 2011, aqui mesmo nesse blog escrevi uma matéria onde dizia “Dona Inês Vai Cobrar dos Se434us Representantes” e volto a tocar no assunto porque existe uma constatação muito positiva que é preciso ser lembrada, testemunhada, confirmada e aplaudida.

Na dita matéria, foi listado cada candidato e a votação obtida, mostrando que muitos ou a maioria não tem a mínima ideia de onde fica Dona Inês. Ali se chamava a atenção para que os donainesenses votassem nos candidatos que demostrassem algum compromisso sério com o município. E que soubessem cobrar mais tarde, os votos. Pois bem! chegou a hora. E por isso, no final, abaixo, recolocamos a lista dos votados e dos votos. Vejam quem mereceu o seu voto. Quem voltou na cidade. Quem nada fez. E saiba: eles voltarão e pedirão o seu voto novamente. Prepare uma boa resposta para quem lhe decepcionou.

Constat480amos que durante os últimos 4 anos, a Deputada Eva Gouveia, que obteve na Eleição de 2010 o apoio do Prefeito Antonio Justino e recebeu 2.185 votos, sendo a mais votada, foi a única representante do povo a voltar os olhos para o nosso município.

A cada necessidade esteve presente a Deputada Eva, e também seu marido, o Vice-Governador Rômulo Gouveia, nas demandas ocorridas a nível de Governo, como elo direto com Secretários e com o próprio Governador. E a cada brecha na Agenda, a cada evento festivo na Serra, cá estiveram esse simpático casal, sempre atentos aos acenos de Antonio Justino, provando que não caíram aqui de pára-quedas, mas vieram somar com a nossa gente.

2013-11-17 23.13.01Agora, os dois se candidatam novamente, ela concorrendo ao mesmo posto e Rômulo a Deputado Federal e estão em campanha, contando com os amigos de Dona Inês. O Prefeito atesta essa amizade e confirma que são estes dois políticos os que sempre lhe deram guarida nos propósitos municipais, que merecem a confiança e a parceria deve continuar, pois tem se demonstrado muito boa para ambos os lados.

Abaixo colocamos algumas fotografias dos vários momentos do casal Gouveia em nossa cidade, principalmente nos eventos, com o Prefeito, no meio do povo.  Contra fatos não há argumento: Rômulo e Eva são os mais presentes.

420 432464 467DSC_0241 (254) DSC_0241 (279) eva em dona ines eva em dona ines2 IMG_0792 IMG_0866 pqqqq IMG_0883

Vamos a relação dos políticos eleitos votados aqui em 2010:
Quem ajudou Dona Inês?
Quem nunca mais apareceu?
Deputados Estaduais / Votos
Eva Gouveia – 2.185
Raniery Paulino – 1.560
Olenka Maranhão – 627
Léa Toscano – 217
Edmilson Soares – 203
Ricardo Marcelo – 191
Frei Anastácio – 23
Toinho do Sopão – 22
Branco Mendes – 20
Tião Gomes – 17
Manoel Ludgério – 13
Luciano Cartaxo – 13
Trocoli Jr – 12
Daniela Ribeiro – 11
Arnaldo Monteiro – 11
Gervásio Maia – 7
João Gonçalves – 7
Caio – 6
Andre Gadelha – 5
Genival Matias – 5
Anibal Marcolino – 4
Obs: Muitos eleitores moram na Capital e vão votar em Dona Inês. Você que mora no município, informe para estes amigos e familiares a realidade local, quem fez, quem está fazendo, para que não votem em candidatos que nunca foram no município. Todos esses votos dados para o 5º. candidato em diante foram para esses candidatos votados por quem mora fora. Eles nunca pisaram em Dona Inês. Atenção. Não jogue o seu voto fora. Ofereça a quem realmente trabalha pelo município.
Publicado em Política | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

ANTONIO JUSTINO FAZ ESCLARECIMENTO À POPULAÇÃO

PREFEITO DO PSB QUE ADERIU À CÁSSIO, COBRA CONTINUIDADE DE AÇÕES DO GOVERNO DO ESTADO

Antônio JustinoDONA INÊS-PB. O Prefeito do município, Antônio Justino (PSB), declarou em nota enviada à imprensa nesta sexta-feira, 25 de Julho, que ao contrário do que foi dito pelo Coordenador de Campanha da Coligação “A força do Trabalho”, Célio Alves, ele não negociou sua adesão ao projeto político de Cássio para essas eleições e cobrou a continuidade de ações do Governo do Estado no município.

O Prefeito chega a questionar se a não vinda de uma ambulância e a não continuidade das obras é uma retaliação pela sua decisão.

Veja o que diz a nota.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Citado na fala do Coordenador de Campanha da Coligação “A força do Trabalho”, Célio Alves, durante coletiva à imprensa nesta quinta-feira, 24 de julho, como tendo negociado seu apoio ao projeto político do Senador, Cássio Cunha Lima, para as eleições deste ano, o Prefeito do Município de Dona Inês, Antônio Justino, vem por meio desta nota esclarecer alguns pontos e levantar algumas questões.

“Rebato com veemências as acusações fantasiosas e a armação perpetrada pelo ex-secretário, Sales Dantas e pelo Coordenador de campanha do Governador, Célio Alves. Não recebi qualquer valor para aderir à candidatura do Senador Cássio Cunha Lima. Na verdade o candidato a Governador do PSDB assumiu o compromisso com o Prefeito, vice- Prefeito e Vereadores do município que, caso eleito, construirá a Rodovia PB-103, no trecho que liga a cidade de Dona Inês ao Taboleiro de Bananeiras; promessa do atual Governo, esquecida durante todo esse período de gestão.

Também afirmo que não faço política de “cambalacho”, e nem da política balcão de negócio.

Portanto espero receber a ambulância prometida por Ricardo Coutinho, cuja assinatura do termo de uso aconteceu no dia 26 de Junho desse ano, divulgada em todas as Redes Sociais e que até agora não houve a entrega. Não quero acreditar que isso seja represália pelo posicionamento que tomei, fundamentado nos princípio democráticos da liberdade e independência

Ressalto ainda que no dia 27 de Junho recebi a ligação telefônica do Governador, através do Celular do Líder do Governo, Hervázio Bezerra, determinando que eu deveria retirar o apoio da candidatura da Deputada Estadual Eva Gouveia. Sendo assim espero que isso não seja condicionante para recebe a ambulância, uma vez que se trata de dinheiro público, dinheiro do povo. Informo também que as obras do pacto social estão paralisadas por falta de repasse de recursos por parte do Governo do Estado.

Passamos a acompanhar a candidatura de Cássio Cunha Lima por não concordarmos com a maneira mesquinha, prepotente, arrogante e perseguidora implantada no Governo do Estado a partir de 2011, como se vislumbra hoje através dessas denúncias fantasiosas.

Ademais o PSB e o esquema do Governador, impôs a candidatura a Deputada Estadual de uma adversária ferrenha do nosso grupo político no município, fazendo com que todo o grupo repelisse de forma veemente, não querendo mais votar no Governo do estado. Ressaltando que esta candidata a deputada imposta pelo governo do estado, é a ex-vereadora que foi adversária e trabalhou contra nossa gestão de 2009 até 2012. Portanto não tinha como atender ao Governador e votar nessa Deputada.

Desta forma solicito e peço urgência ao Ministério Público Eleitoral, para que tome as providencias a respeito dessas denúncias fantasiosas e a respeito também das distribuições das ambulâncias aos municípios, sendo condicionada ao apoio ao Governador. Esperamos que o Governo seja republicano e entregue a ambulância ao nosso povo.”

Antônio Justino

Prefeito de Dona Inês-PB

Dona Inês-PB, 24 de Julho, 2014

Publicado em Aconteceu, Política | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mais um São João na História

Caros amigos da Serra,

forro - arrasta peA cultura nordestina, o povo nordestino, ambos estão em festa. É hora de brincar o São João com muito arrasta-pé, muito rela-bucho, muita comida de milho e muita fumaça das fogueiras que queimam e iluminam esse nordestão inteiro, ao som de muito forró e muita bomba e beijo-de-moça.

E na Serra de Dona Inês não será diferente, já que haverão 3 festas oficiais e outras tantas particulares, na cidade e na zona rural. Os sanfoneiros vão puxar o fole, os boys vão abrir a mala e soltar o som.

A programação completa está no site da Prefeitura, no menu Notícias/Agenda. Veja lá qual a melhor pedida, mas dá para participar de todos os eventos.

Vamos brincar com responsabilidade, pois nessa época de muitos deslocamentos e muita bebida, muitos acabam por cair em desgraça. Portanto, todo o cuidado é pouco.

Neste dia 19 haverá Festival de Quadrilhas em Dona Inês, a partir das 17 horas, no Espaço da Juventude e vamos fazer uns cliques para imortalizar essa festa. E vamos comer milho, pamonha e canjica.

Geraldo Guilherme, para a Voz da Serra.

Publicado em Cultura na Veia | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Os Professores Pedem Socorro

Caros amigos da Serra,

Eu sou de um tempo em que os Diretores é que mandavam, os Professores é quem ensinavam e os Alunos respeitavam e aprendiam. Para nós alunos, os professores eram verdadeiros mestres, amigos, espelhos de tudo de bom. Aluno que passava por média era campeão, aplaudido, festejado, respeitado na escola e na família, em toda a sociedade. Era uma benção. Todos viam nele o sucesso futuro, significava bons augúrios para a Nação, era uma aposta vencedora e certamente um bom pai, uma ótima mãe, gente da melhor qualidade.

ameaca-professor
E aluno preguiçoso era reprovado; aluno bagunceiro era suspenso e expulso se reincidisse; os pais confirmavam a penalidade. Os alunos tinham verdadeiro temor da reprovação, pois o castigo em casa era certo e duro. Aluno reprovado, além da vergonha em família, além da bronca, que poderia ser uma surra, um duro sermão, algumas palmadas, geralmente também perdia o presente de Natal, e/ou dava Adeus a uma viagem de férias. E ficava ainda o sabor amargo da derrota e a perda de um ano de carreira como saldo negativo. Era muita coisa para se perder de uma só vez. Então era melhor estudar.

E o que mudou de lá pra cá? Olha, alguém com cabeça de vento, talvez um burocrata recalcado, complexado, mal aluno, mal intencionado, conseguiu formar uma turma lá nos centros de ordens e foram mudando a cara do ensino. De súbito criaram métodos pelos quais os alunos deveriam passar de ano – descartaram as reprovações – e obrigaram os professores a assinarem a aprovação, mesmo que estes não vissem quaisquer condições disso acontecer. Por outro lado, os pais passaram a desacreditar na escola pública e mandaram os filhos para a escola privada – viram aí que pagando os seus filhos teriam que ser aprovados.

ameaça-educacaoEntão com aprovação garantida, pra que eu vou estudar? Digam-me. Os professores foram encostados contra o quadro-negro e ficaram em preta situação. Tornaram-se reféns dos pais de alunos, que lhes pagam o salário e dos próprios alunos que tomaram as rédeas da situação e pintam e bordam demais e estudam e respeitam de menos. E a partir daí tudo se inverteu no velho e bom sistema de educação nacional.

Os Alunos Tomaram as Rédeas

ameaca-antes-depoisO que se vê hoje é um festival de regras sem sentido. Vamos falar de uma. Criou-se o índice chamado de IDEB – O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, que é um indicador criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas. Independente das razões, o que se vê são dados maquiados para se conseguir o índice, e por conseguinte, abocanhar as verbas do Fundeb. Por que digo isso?

Ora, ouvimos relatos nas mídias sociais, em jornais, em revistas, de professores que dizem das dificuldades em sala de aula. Muitos são provocados, muitos são ameaçados, muitos são surrados. Quando um se levanta contra, morre. São corriqueiros os relatos de alunos que enfrentam o professor em sala de aula com palavras de ordem, casos em que alunos se reúnem para fumar maconha no fundo da sala e até casos em que assistem filmes pornográficos na sala, e casos de aluno cantar professora, e até de exposição de órgãos sexuais e masturbação na sala. Mas o que salta mesmo aos olhos são as ameaças de morte.

Pergunta-se: por que os alunos estão agindo assim? como ficaram tão ousados? quem acoberta? de quem é a culpa? Das drogas? dos pais? das drogas dos pais? da escola? dos professores? de quem?

Estamos num momento singular e bastante avançado na educação no país. As pessoas sempre reclamam que o país precisa de mais educação para se desenvolver. Será mesmo? Temos escolas às pampas! existe o piso salarial nacional! cada cidade desse país tem uma frota de ônibus escolares para buscar e levar os alunos na porta de casa! os recursos chegam diretamente nas escolas que tem ar condicionado, computadores, tablets, merenda, fardamento, material didático! acontece planejamento pedagógico trimestralmente… e…

Onde está o erro? no excesso de liberdade? no acesso às drogas na porta e dentro das escolas? na queda do ensino? na enganação dos índices do IDEB? Alguém em Brasília desconfia que o negócio deu errado? Quem é o culpado disso tudo?

Eu me arvoro em dados divulgados em jornais, em relatos, em observações… olha, o problema existe, mas ninguém fala muito com medo de represálias vindas de cima e vindas de baixo. E se ninguém fala, ele vai enraizando, perpetuando-se, envolvendo cada vez mais. Até quando? vamos deixar acontecer igual fizemos com a segurança, que hoje está incontrolável? igual deixamos acontecer com a saúde que atualmente é um caos generalizado? como no planejamento das cidades, inexistente, que transforma belas cidades em urbanizações caóticas?

Senhores pais, cuidem dos vossos filhos, acompanhem, eduquem. Não lhes deixem soltos nas ruas sem cobrar, cobrem! Exijam  metas e resultados dos jovens. Deem liberdade, condicionada. Formem os seus filhos para a dureza da vida – não existe Mundo fácil. Não deixem tudo nas mãos da escola. Ajudem e respeitem os professores.

Infelizmente tem algo de muito grave rolando, formando uma bola de neve cada vez maior, potente, indestrutível, que tem como objetivo detonar o nosso lindo e sofrido país. Ou toma-se conta da casa ou dentro de algumas décadas, estaremos no mais fundo do poço, de onde será impossível sair.

Fato: basta uma maça podre para contaminar todas as outras. É verdade! um aluno que enfrenta e ameaça o professor sem retaliação alguma, sente-se livre para fazer algazarra e patifaria com os colegas, aí começa o bulling. Quem acredita que professores amedrontados e desestimulados consigam ensinar bem? Então, basta um aluno mal caráter para estragar todo o aprendizado de uma turma inteira. Ele atrasa, ele perturba, atrapalha, bagunça, e ninguém consegue aprender. O ambiente se torna péssimo. Os colegas de classe darão mais atenção admirável ou repreendedora ao pestinha do que à matéria, ao estudo.

Despeço-me pessimista, mas certo do dever cumprido… e deixo-vos manchetes de matérias recentes, com material hediondo, pois todos os crimes contra a educação, a meu ver, são assim classificados, dizendo: Fora os mal alunos e os alunos maus.

Resultados da pesquisa

    1. SINDUTE MG, Alunos ameaçam de morte professores em 

      Alunos ameaçam de morte professores em comunidades do Orkut. Professores de escolas públicas e particulares sofrem com agressões feitas via internet.


      1. Olhar Direto ‎- 1 dia atrás
        Os alunos e professores de uma escola estadual localizada na região do CPA foram surpreendidos por dois bandidos armados na manhã …

      Mais notícias sobre alunos ameaçam professores


Geraldo Guilherme – escritor, blogueiro, colecionador de gibis.

Publicado em Educacional | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Político Ficha Suja é Bandido

Caros amigos da Serra,

Quando Jaime de Ritinha Miranda realizou todos aqueles atos de roubalheira na Prefeitura de Fogaréu, o povo de lá ficou maluco e se sentiu nu diante de tanta corrupção. Ele foi denunciado junto ao Ministério Público e uma investigação de torar pegou ele de calça curta. Jaime foi cassado, perdeu a esposa e os amigos (falsos), foi vergonha pra todo lado e ainda ficou sem muitos bens. Perdeu os direitos políticos por 8 anos e outros foram comer no seu lugar, tanto a grana da muda quando a não muda, a ex.

corrupcao2

Jaime tinha uma ficha corrida muito suja, com diversos casos de arrepiar qualquer um, embora fosse um sujeito falador, risonho, brincalhão, bonitão. Por isso ainda conseguia ser aceito por alguns. Havia ainda o fato de ser um político bonzinho, mão aberta, que soltava bastante migalhas para os amigos, para se manterem por perto – embora muitos tenham pulado a cerca.

Com o nome sujo, Jaime não podia fazer nada. Era apontado por adversários políticos e inimigos. Uma parte ainda temia que ele voltasse ao poder, pois iria se vingar de muita gente que considerava culpada. Na verdade ele que quebrara a empresa que cuidava do leite, ele que desativou o esquema de merenda das escolas, ele que cobrava uma comissão das empresas nas licitações – e esse dinheiro saia dos cofres públicos, saia do que era do povo.

E quando chegou a época das eleições, lá foi Jaime se candidatar de novo, mesmo estando cumprindo pena. Os seus advogados diziam que ele podia. Os adversários diziam que continuava inelegível.

Um sábio do lugar, chamado Alísio Pinto, sujeito vivido que já tinha passado por mil e uma situação difícil, inclusive tiroteios quando o lugar era comandado por um coronel, foi para a praça pública e reuniu uma multidão em torno dele para ouvi-lo. Começou assim:

- Minha gente, bom dia pra todos. Tenho ouvido um zumzumzum que Jaime quer se candidatar. Muitos foram me perguntar o que eu acho? se pode, se está certo. E para não ter que responder a cada um, vim falar logo pra todos. Cumpadi Jabulan, na sua vida toda, vosmicê já botou uma raposa para tomar conta do seu quintal cheio de galinhas? Cumadi Maricota, o padeiro Zé Antõi está preso depois de roubar um talão de cheques e gastar uma fortuna do tabelião Demosteles, e sua pena termina na véspera da eleição, e quer ser candidato a Vereador… pode isso? estando ele preso querer um cargo público? Vocês acham então, que Jaime, que já aprontou o Diabo a Quatro em Fogaréu, desviando dinheiro do povo, fazendo obra cara gastando pouco, empregando gente e ficando com a metade do pagamento, mandando as maquina da Prefeitura fazer obra na sua fazenda, colocando só os seus amigos e a família nos cargos bons  e deixando vocês na merda,  vocês acham mesmo que um sujeito desse merece pode ser candidato?

corrupcao

O povão estava chegando cada vez mais e diante dos olhares incrédulos, pois não era sempre que alguém falava de Jaime, o sábio Alísio Pinto completou:

- Eu respondo! Não! Não! e Não! este sujeito é um pilantra, um bandido, um corrupto de mão cheia. Não vamos aceitar nem que se inscreva. E se isso acontecer, não vamos votar nele. É uma aberração. É um acinte ao cidadão honesto.

Alguém gritou que a lei permitia que Jaime se candidatasse e Alísio vociferou:

- A lei é feita por homens, pelos mesmos homens que são colocados lá para nos defender, mas só defendem os direitos dos poderosos e deles mesmos. Não vamos aceitar. Vamos colocar somente gente honesta, honesta de cabo a rabo, homem de fibra e de valor. Não estes que não prestam e já vem de família de cabra ruim, que gosta de uma escaramuça, que se acham donos de tudo e de todos e ainda se faz de santinho.

A reunião se dissipou quando Alísio os deixou seguindo para sua casa, mas eles ainda estavam confusos e não sabiam exatamente como fazer.

Lição do dia: Não deixe que pessoas com ficha suja tomem as rédeas do seu destino. O mal só puxa o mal. O mal se irradia facilmente e seus braços se tornam longos e abraçam todos, fazendo cada vez mais mal. Um político ficha suja é capaz de todas as diabruras no poder e isso vai atingir a você e aos seus filhinhos, que não crescerão com segurança, que não terão boas escolas, que não terão saúde digna, que não terão respeito. Porque tudo o que político ficha suja sabe fazer é mal para todos e bem apenas para si e para uma turma de poderosos que se juntam para torná-lo cada vez mais forte.

POLITICOS CORRUPTOSTenha a certeza de que a sua cidade, o seu estado, o seu país pode ser muito melhor do que é, de que pode ser feito muito mais. Imagine quanto seria melhor se os 500 BILHÕES que são roubados do povo a cada ano fossem aplicados em melhorias do SUS, em salários dos Professores, em saneamento básico. Com 500 BILHÕES dava para fazer um bocado de coisa todos os anos.

Com certeza a sua vida seria melhor, MUITO MELHOR e você não seria apenas um eleitor lembrado somente nas eleições e depois tratado como um IDIOTA insuportável, que continua POBRE e mendigando uma passagem, uma cirurgia, um medicamento.

Pode crer, você merece o Melhor! sempre. Pense nisso, converse com seus familiares, amigos, formem uma força maior para sair da desgraceira que tem sido a sua vida por culpa de políticos miseráveis, sem coração, sem Deus. Para estes políticos que são Ficha Suja, só o Diabo conta. Vai reto, vai reto Satanás.

Um abraço a todos,

Geraldo Guilherme, para a Voz da Serra.

Publicado em Política | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Prós e Contras

Caros amigos da Serra,

voto_urna

Estamos num ano de eleições e de hoje até o dia do voto os cidadãos e os políticos e as mídias vão falar muito… mas tanto que vai encher o saco de todo mundo e haverá quem reze bastante para chegar logo o dia de votar e que tudo volte ao normal, com uma conclusão favorável ao seu candidato, lógico, mas na verdade, devemos estar bem atentos aos prós e aos contras de uma eleição. Vamos ver isso?

O brasileiro, o paraibano, o donainesense vai falar de política até cansar e ouvir até dizer chega. A cada conversa, a cada programa de debate, a cada horário eleitoral, a cada reunião, a cada programa de rádio, ouvirá um falando bem de um e descendo o pau no outro. Ora o seu candidato será o melhor do mundo, ora será um diabo grandão e feio.

Para votar bem é preciso dar uma sacudida no passado dos candidatos e colocar numa balança os seus prós e seus contras. Fazer isso para cada um. Depois comparar quem já fez, quem só prometeu, quem é sujo, quem merece, quem anda com quem, quem enganou, mentiu e continua mentindo, quem está ali apenas pelo poder e não pelo povo.

A mesma análise é preciso ser feita com os candidatos que sobrarem na peneira para definir as suas promessas de campanha, ou programa de governo, e entender quem tem as melhores propostas e se são factíveis, ou seja, se poderão ser concretizadas. É preciso que o programa de governo seja claro e combata os problemas mais graves com clareza, sem meias palavras e com bastante probabilidade de dar certo.

Hoje o principal problema que aflige o Brasil e todas as suas regiões é a falência da Segurança Pública, que apesar de constar na Constituição como obrigação e dever do Estado, não está sendo levada a cabo porque os governantes de plantão não estão combatendo o mal como deveriam, e agem por meio de medidas eleitoreiras que se desviam do confronto com o problema. Então vamos procurar os candidatos que prometam combater com sabedoria, eficiência e eficácia, o problema da insegurança reinante no país.

Espero que este exemplo sirva de Norte, de linha, de direção, de base, para que cada um de nós possa realmente escolher o candidato que melhor apresentar plano de governo e conduta. Tem que ser trabalhador, tem que ser rápido, precisa ter histórico positivo.

É bem verdade que o nosso povo tem sofrido com promessas, com planos tapa-buraco, com paliativos, mas passadas as eleições, são abandonados e humilhados nas filas do SUS, na falta de emprego, na insegurança das favelas e periferias, na tartaruguice da justiça, e nos planos que enganam e os mantém presos à pobreza e servidão.

A eleição vem aí para medir se aprendemos ou não a votar. Claro que não sabemos. Aliás, não tem muito jeito com esses candidatos que aí estão, pois fazem parte de um esquema muito grande, que os prende, sufoca e os protege ao mesmo tempo. Porém, precisamos melhorar aos poucos.

Um dia, será diferente. Cada comunidade escolherá o seu representante e o fará Vereador, Prefeito, Deputado, Governador, Presidente. O povo dirá quem quer pelas suas qualidades de líder comunitário, líder nato. Não será o cidadão que vai lançar o seu nome. O povo é que vai escolher quem candidatar. Já pensaram nisso?

Até a próxima,

Geraldo Guilherme, fotógrafo, designer, escritor

Publicado em Política | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

MORRER TODO MUNDO MORRE, MAS NO CARNAVAL…?

Caros amigos da Serra,

Tem até música que fala de morte durante o carnaval, embora seja outra a conotação, mas serve bem para abrir os olhos para a folia que se inicia, principalmente dos jovens:

“Quero morrer no Carnaval / Na Avenida Central / Sambando / O povo na rua cantando / O derradeiro samba / Que eu fizer chorando / Quero morrer fantasiado …” (Linda Batista)

foto-danca-da-morte-10-2-2010Os jovens pensam que são super-heróis e se dão às aventuras cada vez mais perigosas, pois o mundo atual é controlado pelas drogas lícitas e ilícitas. Assim todo o cuidado é pouco. Mas o que dizer das milhares de famílias de pessoas maduras, compostas de crianças e adolescentes, que se arriscam nas estradas durante a folia (insisto em dizer que folia significa loucura) de Momo, sabendo de todos os terríveis perigos que poderá encontrar pela frente?

Realmente não consigo compreender como é possível que o Brasil, um país com tantas malezas para resolver, PARE durante uma semana para uma farra sem futuro, em grande parte patrocinada pelo Estado, que DEVERIA estar preocupado em cumprir as suas obrigações mais elementares. E o povão gosta e vai na onda e se embriaga nessa onda de falsa alegria. Afinal, festejar o quê? as filas nos hospitais? a corrupção instalada em todas as esferas de governo? a inflação em alta? as milhares de mortes nas ruas e estradas?

Olha, é muita burrice de pessoas que se dizem educadas, esclarecidas, sábias, maduras e bem sucedidas. Não tem desculpa alguém que sai de casa para ir farrar durante uma semana, colocando a sua vida e a de sua família em risco, em troco de nada.

Eu gosto de festa, sempre adorei festa. Era um festeiro. Mas tem uma coisa: festa faz quem pode. E insisto em dizer que o Brasil não tem condições de bancar uma festa dessas proporções todos os anos. Ó povo sem noção!

O carnaval precisa ser revisto. Que tal somente um fim de semana de folia? Que tal todo mundo montar o seu carnaval como uma festa de padroeiro e brincar localmente, sem tantos deslocamentos perigosos em busca de descolamentos passageiros? Pense nisso! A vida é o bem mais precioso e passageiro que existe e Deus cobra de nós um mínimo de responsabilidade e sabedoria nessa passagem na Terra.

Lembre-se de todos os perigos que já passou nos carnavais anteriores, das bebedeiras, dos gastos desnecessários que fez, das pessoas drogadas que viu, da libertinagem consentida que se coloca de frente, das brigas que já presenciou, dos roubos que sofreu, dos acidentes com mortes nas estradas, das terríveis estatísticas ouvidas depois, das multas e subornos que passou… e me diga sinceramente: Vale à pena viajar no Carnaval?

Todo mundo morre, mas no Carnaval não deveria morrer ninguém, pois é uma festa. No carnaval deveríamos ir na certeza de voltar bem, de voltar melhor do que saímos de casa. Esse deveria ser o espírito. Mas não é. Jovens, mulheres e homens vão para buscar aventuras cada vez mais perigosas e espúrias. Nunca esqueço a imagem de uma mulher beijando 4 homens ao mesmo tempo, girando entre eles com a língua de fora e sofrendo amassos de todos os lados e em todas as suas partes – isso no meio da rua em Salvador, transmitido ao vivo para todo o Brasil. E dava para ver que era uma mulher bonita, bem cuidada, como se diz, de família.

Infelizmente, preciso repetir as mesmas pragas do ano passado: centenas de pessoas sairão para o Carnaval e não voltarão para casa. Aos seus teimosos familiares ficará a dolorosa missão de sepultá-los e chorar a situação. E aprender a lição a duras penas na própria pele.

E assim caminha a humanidade no Brasil… até quando?

Geraldo Guilherme, blogueiro, fotógrafo, para A Voz da Serra

Publicado em Coisa Ruim, Em Cartaz, Pensando Bem | Marcado com , , , , , | 2 Comentários
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 253 outros seguidores